O Lamborghini Aventador foi lançado em 2011, mas ainda tem bastante potencial para ser explorado. Previsto para ser descontinuado até 2020, o carro-chefe da fabricante italiana não deixará o mercado sem uma despedida à altura, e é por isso que veremos uma nova e ainda mais poderosa edição especial muito em breve, a qual muitos acreditam que se chamará SV Jota. Para quem não sabe, SV vem do italiano Super Veloce (dá pra deduzir o significado, não?) e o Jota seria uma referência ao clássico Miura P400 Jota, uma versão única totalmente projetada por Bob Wallace, importante figura para a marca e seu criador durante os anos 60 e 70. O Miura Jota era um veículo de rua pronto para as pistas graças às extensas modificações feitas por Bob, e parece que é exatamente o que a Lamborghini quer fazer com o Aventador.

As fotos feitas pelo fotógrafo Carpix mostram um Aventador camuflado ostentando uma grande asa traseira, além de um bodykit diferenciado e enormes admissões de ar nas laterais – uma modificação bem-vinda, visto que o V12 deverá oferecer algo em torno dos 800cv. A traseira reproduz elementos do Huracán Performante como os escapes bem separados, um pouco abaixo das lanternas e os extratores de ar no para-choque; falando em Performante, o futuro Aventador poderá contar com o sistema ALA (Aerodinamica Lamborghini Attiva) para auxiliar no alto desempenho. Uma vez que o poderoso SV percorreu Nürburgring em apenas 6 minutos e 59 segundos, o SVJ terá a obrigação moral de baixar ainda mais esse tempo.

Vale ressaltar que o acréscimo da letra J pode significar um Aventador ainda mais exclusivo, pois os modelos SV tiveram apenas 600 unidades produzidas. Enquanto isso, o sucessor do supercarro italiano é aguardado para 2020 e será, em tese, equipado com um conjunto híbrido de 1000cv combinados. Será este o último Lamborghini aspirado da história?