Com o passar dos anos, os lançamentos automotivos são acompanhados das mais variadas opções de cores. Essas diferentes tonalidades são batizadas com nomes que acabam sendo bastante conhecidos pelos entusiastas como: “Rosso Corsa” e “Giallo Modena” da Ferrari, “Fire Orange”, “Austin Yellow”, “Yas Marina Blue” da BMW, “Nogaro Blue” e “Nardo Grey” da Audi, “Giallo Midas” e “Verde Ithaca” da Lamborghini e as lendárias cores de corrida como “British Racing Green” e “Bleu de France”.

Algumas cores fazem parte de programas especiais oferecidos por vários fabricantes, permitindo que o cliente configure totalmente o carro da forma que desejar, assim como obtenha quase que qualquer tonalidade que imaginar sem ter de recorrer ao “envelopamento”. A Porsche foi o primeiro fabricante de automóveis mundial a instituir um departamento especializado em personalização de veículos. Até 1986, era chamado de “Special Ordering Program”. Hoje, chama-se Porsche Exclusive Manufaktur. O objetivo é criar um carro tão individual como uma impressão digital, expressando a liberdade pessoal e o estilo de vida de cada um de seus compradores.

Porsche Exclusive Manufaktur

Posso afirmar que se tem algo que está chamando muita atenção nos últimos anos de todos os apaixonados por carros e principalmente pelos Porschistas é a ampla gama de cores oferecida no catálogo da marca de Stuttgart, para o interior e o exterior dos veículos. Dentro do programa Porsche Exclusive existem divisões como a LTS (Leather to Sample, destinada a escolher as cores do couro no interior) e a PTS (Paint to Sample que se destina a escolher a cor da lataria). Ao invés de ter de selecionar dentre uma seleção limitada de cores normalmente oferecidas, o cliente paga um pouco mais para escolher quase que qualquer cor que deseje.

Nós nos perguntamos então por que mais pessoas não se aproveitam de programas como esse. Quando você está disposto a gastar mais de R$ 800.000 em algo como um Porsche 911, por que você não gostaria que o carro fosse mais especial do que o de qualquer um outro? Qualquer pessoa que tenha condições pode entrar em uma concessionária Porsche e comprar um 911 Preto, mas encomendar um Verde Claro mostra que você é diferente e que o seu 911 é realmente fora do comum, um dos poucos ao redor do planeta. Talvez uma das razões para que indivíduos ricos não se utilizem muito dessa ferramenta é que o valor simplesmente não está explícito. No 911 especificamente, a Porsche cobra US $ 6.950 pela cor customizada. Embora esta opção fará seu carro mais raro, também pode torná-lo mais difícil de vender. As pessoas podem simplesmente não gostar do seu gosto. Além disso, ao usar dessa ferramenta você também terá que esperar por muito mais tempo pela entrega do carro, enquanto a Porsche faz a sua cor personalizada. Talvez realmente haja uma razão pela qual a maioria das pessoas não comprem Porsches verde fluorescente.

Verde Fluorescente

Outro problema é que sua cor preferida precisa ser aprovada pela Porsche. Ela passa por testes muito rigorosos e severos conduzidos em Zuffenhausen com a colaboração da Dupont (o fornecedor de tintas atual). Existem colorações, geralmente de carros em edições limitadas, que são consideradas proíbidas de serem usadas em outros modelos como Speedster Blue e Sport Classic Grey, utilizadas apenas nos 911 Speedster e 911 Sport Classic, respectivamente. Outras cores que são marcas registradas de outras empresas também podem ser proibidas atualmente. Em geral, o que a Porsche pretende fazer é limitar as queixas dos clientes que podem desencadear caras reivindicações de licença e insatisfação do consumidor com pinturas incompatíveis em diferentes partes do carro, já que diversos materiais são empregados na construção de um veículo como aço, plástico, fibra de carbono, etc.

O processo de determinar a adequação da cor pode levar semanas ou até meses. Ele só começa após você finalizar o pedido em uma concessionária, que envia uma peça de metal pintada como amostra (tamanho de uma carta comercial) com a cor desejada PTS para a fábrica na Alemanha. Assim, este processo “Paint to Sample” não é para aqueles que estão com pressa em obter seus Porsches ou são facilmente perturbados por uma possível rejeição de sua seleção de cor! Mas a perseverança recompensará seus esforços com uma cor bastante rara, ou mesmo única, em seu veículo especial!

Placas Teste

A partir de 2012 as cores que já passaram por esse processo de teste e foram pré-aprovadas puderam ser catalogadas e utilizadas por qualquer um ao redor do mundo, não sendo mais necessário aguardar pelo procedimento novamente desde o início. Isso significa que se você já viu alguma cor PTS por ai e se apaixonou, pode comprar o seu Porsche com a mesma coloração que a produção será rapidamente agendada. Então aqui vai um guia para quando você for comprar um Porsche PTS!

Créditos das fotos: PTS RS & Club911R

Chega de PTS por hoje! E ai, qual é a sua cor favorita? Você escolheria uma dessas ou encomendaria um Porsche com sua própria coloração?