A Porsche levou ao Salão de Paris o 911 Speedster vestido de vermelho para confirmar que ele será mesmo produzido em uma série especial limitada. Podemos considerá-lo como sendo a versão de despedida da geração 991.

A pintura vermelha é uma remissão ao 911 Speedster original de 1988, bem como seu interior de couro preto e vermelho. Em relação ao conceito mostrado em junho, este também está com rodas inéditas, com raios cruzados em vez da releitura moderna das Fuchs. 

A versão de produção terá 1.948 exemplares, uma referência ao ano no qual a Porsche foi fundada. Ele também terá uma capota de tecido que será afixada à carroceria por botões de pressão e isso é tudo o que a Porsche falou. Nada de motorização, nem modelo base.

Espera-se, contudo, que ele seja baseado na carroceria do Carrera 4 Cabriolet, porém com para-lamas, capô e cobertura do motor feita de fibra de carbono. A suspensão deverá ser a mesma do GT3, bem como o motor 4.0 aspirado e o câmbio manual de seis marchas. 

Fotos: Motor1.com