A Ford acaba de anunciar que a produção do superesportivo Ford GT será ampliada em aproximadamente dois anos para atender à forte demanda dos clientes.

A empresa produzirá, no total, cerca de 1.350 unidades para consumidores do mundo todo até 2022. A partir de 8 de novembro, os pedidos serão reabertos por um mês para compradores em mercados selecionados que desejam se juntar ao seleto grupo de proprietários do modelo mais exclusivo produzido pela Ford.

Os potenciais clientes poderão fazer a inscrição no site FordGT.com e os selecionados terão uma experiência de compra personalizada por meio do Serviço de Concierge Ford GT.

“Houve uma procura sem precedentes pelo modelo, com a demanda superando a oferta em mais de seis para um”, disse Hermann Salenbauch, diretor da Ford Performance. “Ao prolongar a produção do Ford GT por um período limitado, conseguimos manter a exclusividade do superesportivo, que é um objeto de desejo, ao mesmo tempo em que oferecemos a experiência de propriedade a um maior número de clientes.”

Anteriormente, a Ford havia anunciado a produção limitada a 1.000 veículos ao longo de quatro anos, que teve início em dezembro de 2016. O superesportivo tem sob o capô o motor EcoBoost V6 biturbo de 3.5 litros, carroceria de fibra de carbono e atinge velocidade máxima de 347 km/h.

A empresa também anunciou recentemente uma nova versão Ford GT Heritage Edition, que celebra o 50º aniversário do Ford GT40, vencedor de Le Mans em 1968 e 1969, aumentando ainda mais o número de unidades fabricadas.