Foi em 2016 que fizemos nossa primeira cobertura do Salão do Automóvel de São Paulo. Durante a coletiva de imprensa da Ford uma frase citada por Lyle Watters, o Presidente de Operações na América do Sul, chamou muitíssima atenção: “for the first time Mustang is coming to Brazil”.

Claro que ficamos realmente na dúvida se isso iria realmente acontecer, pois não é a primeira vez que ouvimos isso de algum dirigente da Ford do Brasil. O Mustang também veio ao Salão do Automóvel de 2014, e naquela época também fora anunciado que viria para o Brasil. Mas como já sabemos, acabou não ocorrendo.

Além disso, a marca não trouxe o Mustang nem mesmo no tempo das “vacas gordas” entre 2008 e 2013, por que razão traria logo agora, que estávamos em crise? No meio dessa novela da Ford, o Chevrolet Camaro nadava de braçada, já que era o único Muscle Car americano vendido oficialmente em território nacional.

Ford Mustang rodando em Curitiba (PR). As quatro saídas de escape do veículo fotografado indicam que o motor é o V8 5.0!

Mas até que enfim, algumas provas concretas começaram a aparecer! Surpreendente o carro foi visto em testes no Sul e também em outras regiões do Brasil. Significava, então, nada mais nada menos que: dessa vez realmente é para valer.

E confirmando nossas expectativas, a Ford já começou a campanha de divulgação do Mustang em sua página oficial brasileira! Por enquanto ainda não existem detalhes da versão que será trazida, e muito menos informações sobre preços.

Mas as imagens que ilustram o site mostram um Mustang GT (o modelo equipado com motor V8 de 466 cv) com câmbio manual. Isso seria então muito mais do que racionalmente era esperado, uma vez que o Camaro SS é vendido somente com câmbio automático por aqui.

Os valores podem ser estipulados e deverão ficar na mesma faixa do rival que já era vendido por aqui, variando entre R$ 300.000 e R$ 320.000.