Há algum tempo, a marca britânica McLaren anunciou seu programa nomeado de Sports Series, que entre alguns planejamentos estava incluso lançar uma linha de modelos mais “acessíveis”, tendo concorrentes como Porsche 911, Audi R8 e Nissan GT-R. Então, em 2015 foi lançado mais um carro da McLaren: o 570S.

Para chegar forte e bater de frente com os seus rivais, tem como uma de suas maiores armas uma variação do motor 3.8 V8 Biturbo da McLaren! O mesmo usado em seus irmãos maiores, porém reprogramado e recalibrado, com 30% dos componentes totalmente novos. Tudo isso, aliado a uma caixa de dupla embreagem de 7 velocidades, presenteia quem está atrás do volante com números muito respeitáveis. Com 570 cavalos e 61Kgfm, a “BabyMac” faz 0 a 100km/h em meros 3,2 segundos, 0 a 200km/h em 9,5 segundos e tem como velocidade máxima 328km/h. Apesar de ser o carro de entrada da McLaren, o 570S é maior que o seu irmão mais potente, o 650S. Mais precisamente 18mm mais longo e 103mm mais largo, sendo também 3mm mais baixo.

A estrutura monocoque de fibra de carbono é uma evolução daquela encontrada no MP4-12C e no 650S. De acordo com a McLaren a chamada MonoCell 2 foi reprojetada com foco na usabilidade e praticidade, tendo um formato que permite uma maior facilidade para entrar e sair do carro, ao mesmo tempo mantendo a rigidez e a leveza que um bom esportivo deve ter. O peso total do carro chega aos 1.313kg, ja que usa painéis de fibra de carbono e alumínio na carroceria. Quando comparado com um Porsche 911 Turbo 991, o 570S é 120kg mais leve (ja que o Porsche pesa cerca de 1.430kg).

O design muito marcante, típico de uma McLaren, é complementado por uma linha de rodas forjadas de 19 polegadas na dianteira e 20 na traseira. Calçadas com pneus Pirelli Zero Corsa de medidas 225/35 e 285/35, as rodas também abrigam o sistema de freio compostos com discos de carbono-cerâmica. A suspensão por sua vez tem calibragem própria para contemplar o proprietário do veiculo com equilíbrio e precisão na pista e conforto na estrada. Composto por amortecedores telescópios ativos, barra estabilizadora na traseira com braços triangulares sobrepostos nos quatro cantos, o sistema pode ser configurado em 3 modos: Normal, Sport e Track. Esses dois últimos tornam a suspensão mais baixa e rígida.

De acordo com a McLaren, este é o modelo mais pratico e com melhor aproveitamento de espaço já lançado pela companhia. Isso inclui um porta-malas dianteiro capaz de levar 150 litros de bagagem. Outro detalhe que deixa evidente que a “BabyMac” é um carro mais civilizado e pratico, é o sistema de entretenimento. Ele tambem controla o ar-condicionado, traz conectividade Bluetooth e quatro alto falantes de alta qualidade (segundo a marca, feitos para garantir a maxima qualidade do som com o menor peso possivel). No entanto, pode-se optar tambem por um sistema com oito auto-falantes feito pela própria McLaren, ou ainda escolher um sistema feito sob medida pela Bowers & Wilkins, com 12 auto-falantes e som de 1.280W com efeito surround.

No Brasil

Ainda que existam algumas unidades da MP4-12C rodando em nosso país, elas nunca fizeram sucesso no mercado de carros esportivos. O principal motivo, talvez, tenha sido que a McLaren nunca ofereceu oficialmente seus bólidos no mercado brasileiro. Todas as unidades que estão rodando por aqui hoje foram importadas de forma independente. Com essa dificuldade a mais, mesmo com novos lançamentos acontecendo sempre, nunca desembarcaram aqui no Brasil os modelos mais recentes como: 540C, 570S, 570GT, 650S, 675LT, 720S e P1.

Mas segundo informações quentes, em Janeiro de 2018 isso vai mudar! A McLaren Automotive iniciará suas operações no país já no ano que vem. A marca britânica será representada oficialmente pela Eurobike, empresa sediada em Ribeirão Preto (SP), já revendedora de marcas como Porsche e BMW.

O Brasil será o terceiro país com representação oficial da McLaren na América Latina – o primeiro foi o México, seguido do Chile. Henry Visconde, presidente do grupo Eurobike afirmou em entrevista à Revista Quatro Rodas que a negociação incluiu uma visita de representantes da McLaren ao Brasil antes de o contrato ser assinado.

A primeira concessionária está em construção na zona sul de São Paulo, mais precisamente no bairro da Vila Olímpia. E a inauguração está prevista para janeiro de 2018. O espaço seguirá  os padrões globais de identidade visual e atendimento da marca, de acordo com o importador. Já os serviços de pós-venda poderão ser realizados tanto na loja paulista quanto em revendas de outras marcas representadas pela Eurobike, sob autorização da própria McLaren Automotive.

Inicialmente, será comercializada apenas a linha 570, com os modelos 570 S, 570 GT e 570 Spider! Mas quem sabe, no futuro, o portfólio completo da marca britânica não possa ser vendido no Brasil. Se o mercado reagir positivamente, é possível que outros modelos como o 720 S também cheguem por aqui… Vamos torcer para isso!

A Eurobike espera praticar valores próximos aos do já conhecidos no milionário mercado de superesportivos – algo em torno de R$ 1,6 milhão para o 570 S. Segundo a importadora, a expectativa é vender 25 unidades em 2018, “dependendo da situação econômica do país”.

Enquanto 2018 não chega, a primeira unidade da 570S já desembarcou por aqui na cor Ventura Orange! Confira as fotos do desembarque no porto!