Ao lado do Mustang, o Edge ST será um dos modelos mais potentes do catálogo da Ford no Brasil. O SUV será o primeiro a ter a assinatura “Sport Technologies” no país e não será apenas o visual que o colocará na posição de uma opção realmente esportiva no concorrido segmento de utilitários-esportivos. De acordo com executivos da marca, a decisão pela importação do modelo se deu após a procura dos donos de Mustang por um esportivo maior e que possa levar a família.

O conhecido SUV da Ford estreia em nosso país uma versão de caráter esportivo e que oferece um toque mais apimentado aos condutores que buscam um automóvel com estas características, mas que não querem renunciar o espaço interno. Mas além da parte mecânica, que tem uma enorme relevância, não podemos deixar de mencionar a imagem exterior e interior do novo Edge ST.

Esteticamente, a versão ST se diferencia de qualquer nível de acabamento que compõe a linha do Ford Edge graças a vários elementos específicos. Além de um kit de carroceria, apresenta rodas de liga leve de 21 polegadas que deixam à vista as pinças de freio de cor vermelha, os emblemas ST e um sistema de escape esportivo com duas saídas. Tudo isso unido a vários acabamentos cromados e o tom azul usado na carroceria, torna o resultado bastante chamativo.

Em relação ao interior, o Ford Edge ST também conta com vários elementos diferenciadores, como os bancos com estofamento específico que mostram as siglas ST. Também foram acrescentadas novas placas nas soleiras das portas onde podemos ver a insígnia da Ford Performance e uma versão específica do sistema de infotainment.

O Edge ST chegará em 2019 com o motor V6 biturbo de 2,7 litros e 335 cv combinado ao câmbio automático de oito marchas e um pacote de tecnologias semi-autônomas. Será o primeiro modelo da linha esportiva da Ford no Brasil (e é justamente um SUV…), capaz de chegar de zero a 100 km/h em 5,9 segundos e à máxima de 250 km/h limitada eletronicamente.

A Ford destaca que a versão ST do Edge conta com uma atualização específica. A suspensão, a resposta do acelerador e os tempos de mudança da transmissão automática foram objeto de mudança. Com tudo isso se buscou que o modelo ofereça uma experiência de condução mais esportiva e divertida. 

Mas não será barato. Como referência, o Edge Titanium hoje custa R$ 232.800.  Segundo a marca, a pré-venda será exclusiva para proprietários de modelos Ford. Após a primeira fase, a venda será liberada para os demais consumidores, ainda sem preço divulgado. Ele será uma das estrelas do estande da marca no Salão do Automóvel, que acontece de 8 a 18 de novembro no São Paulo Expo.

Fotos: Divulgação